O que são as aftas e quais sinais de alerta para algo mais grave

As aftas são ferimentos que podem surgir em praticamente qualquer ponto da cavidade oral, são lesões comuns e que atingem pelo menos 20% da população com recorrência, em especial pré-adolescentes e adolescentes, e costumam diminuir com o passar dos anos.

Apesar de serem lesões benignas, elas são muito dolorosas e atrapalham atividades simples do dia a dia como falar, comer e beijar.

Geralmente, elas duram, em média, de uma a duas semanas e costumam curar sem deixar cicatriz. As aftas que demoram mais tempo para curar são aquelas que surgem em locais onde há contato constante com os dentes ou com alimentos, sofrendo traumatismos repetidos ao longo do dia.

Algumas pessoas apresentam aftas grandes, chamadas de aftas major, maiores que 1 cm e profundas. Estas demoram até seis semanas para desaparecer e podem deixar cicatriz. Existe ainda a afta herpetiforme, formada por múltiplas úlceras pequenas que se juntam e transformam-se em uma lesão grande. Estas aftas podem vir acompanhadas de linfonodos no pescoço (ínguas) e, por vezes, de febre baixa e mal estar.


Aftas podem indicar alguma doença?

Em alguns casos, ela pode ser uma manifestação de doenças sistêmicas.

Veja abaixo quando é recomendado procurar o dentista para avaliar as aftas:

  • Se ela for excepcionalmente grande.
  • Se elas forem recorrentes, com surgimentos de novas lesões logo após a cicatrização das primeiras.
  • Se ela demora mais de três semanas para cicatrizar.
  • Sinais de infecção na área da afta.
  • Sintomas sistêmicos, ou seja: febre, cansaço, mal-estar, perda de peso, perda do apetite ou qualquer outro sintoma que sugira a presença de alguma doença por trás das aftas.

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO