Mau Hálito: 5 hábitos alimentares que podem ajudar a reduzi-lo

O mau hálito, ou halitose,  é um problema que atinge grande parte da população. Ela pode ser sinal de que algo não vai bem no seu organismo e um alerta para cuidados com a saúde bucal.

Porém, com algumas mudanças simples nos hábitos alimentares é possível reduzir este problema.

Nada de mascar chiclete ou balas açucaradas para disfarçar. No fim das contas, essas soluções temporárias vão apenas agravar a situação.

Confira abaixo uma lista de alimentos que os especialistas da Coife Odonto sugerem para você incluir na sua dieta e se prevenir deste mal que pode ser constrangedor.

Mau hálito: 5 hábitos alimentares para reduzir o problema

1 – IOGURTE NATURAL

As bactérias presentes naturalmente no iogurte atuam significativamente na redução dos níveis de gás sulfídrico no organismo — um dos principais responsáveis pelo mau hálito. Além disso, quando consumido sem açúcar, o iogurte natural ajuda a prevenir a formação de placa bacteriana e cáries.

2 – CHÁ VERDE

O chá verde é famoso por ter ação antioxidante e bactericida. Entretanto, os polifenóis encontrados no chá verde são excelentes também para a saúde bucal, pois reduzem o desenvolvimento das bactérias que provocam o mau hálito.

3 – FRUTAS E VEGETAIS

Ricos em fibras, as frutas e vegetais como a maçã, pera, cenoura e pepino, por exemplo, estimulam a produção de saliva. O consumo desses alimentos in natura promove a limpeza dos dentes e da língua, impedindo o desenvolvimento de bactérias e também a formação da placa bacteriana.

4 – FRUTAS CÍTRICAS

As frutas cítricas, como o limão, morango, abacaxi e maracujá também são ótimas para o hálito. Isso acontece graças às funções adstringente e bactericida dessas frutas, que mantém a saúde do aparelho digestivo. Além disso, o consumo de frutas cítricas também estimula a produção de saliva, o que reduz a proliferação das bactérias causadoras do mau hálito.

5 – ÁGUA

A hidratação é essencial para manter as funções vitais de nosso organismo. Com a saúde bucal, não é diferente. Beber água constantemente, não somente promove a limpeza da boca em geral, como também mantém a hidratação da mucosa dessa região, impedindo também o desenvolvimento de bactérias.

Cuidar da saúde bucal é essencial…

Vale ressaltar, além das dicas acima, que bons hábitos de higiene são primordiais para manter a saúde bucal e é mais uma forma de acabar com o mau hálito. Escovar os dentes após as refeições, utilizar fio dental e consultar um dentista regularmente estão entre as principais medidas para afastar o mau hálito e por isso, nunca devem ser deixadas de lado.

Mais algumas dicas interessantes:

  • No dia-a-dia, utilize enxaguantes bucais sem álcool: a presença de álcool na composição resseca a boca e pode piorar o mau hálito, ao invés de ajudar;
  • Não se esqueça de escovar a língua. A saburra (placa branca que se forma em cima dela) é responsável por grande parte dos casos de mau hálito. Existem raspadores linguais especiais para removê-la – mas, na falta dessa ferramenta, a escova de dentes dá conta do recado;
  • O excesso de placa bacteriana acumulada nos dentes, quando não tratada, forma o tártaro. Ele também pode estar contribuindo para o mau hálito. Você deve visitar um dentista todos os anos para fazer uma limpeza e, se necessário, uma raspagem adequada para removê-lo. Isso evitará a gengivite, a periodontite e vai te ajudar com o mau hálito!

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO