Com quantos anos a criança pode colocar Aparelho Ortodôntico?

A correção dos dentes por meio do uso do aparelho ortodôntico é cada vez mais procurada, não apenas pelo aspecto estético, mas também e especialmente pela questão da saúde bucal.

As principais indicações do aparelho ortodôntico na infância podem ser:

  • Atenuar ou corrigir problemas esqueléticos, como a mordida cruzada ou a projeção do maxilar para frente;
  • Preservar os espaços necessários para o correto crescimento dos dentes permanentes;
  • Corrigir a postura da língua.

Algumas crianças criam o hábito de empurrar os dentes com a língua, o que pode resultar em má oclusão e apinhamento dos dentes.

Nos casos mais graves, além do uso do aparelho ortodôntico para a reeducação postural da língua, também será necessário o acompanhamento de um fonoaudiólogo para a realização de exercícios posturais.

Com quantos anos a criança pode colocar aparelho?

Segundo a clínica geral e ortodontista da Coife Odonto, Tessy Nayra Pereira Carvalho (CRO: 3371/MA), não existe idade certa para começar a usar aparelho. Desde crianças até os mais velhos, todos podem usar. O que muda é finalidade proposta para cada caso, que deve ser avaliada pelo ortodontista.

“As crianças podem começar a usar aparelho antes mesmo de caírem todos os dentes de leite, já que existem problemas que podem ser corrigidos antes mesmo desta fase”, explica a especialista.

Aparelho ortodôntico em crianças: fixo ou móvel?

Uma dúvida recorrente dos pais é sobre o aparelho fixo. De acordo com a ortodontista, indica-se uma avaliação a partir dos 7 anos e dependerá do caso do paciente para definir a indicação.

“Nessa fase, os ossos da face não estão totalmente calcificadas e podemos obter ótimos resultados. Por volta dos 12/13 anos a troca dos dentes de leite por dentes permanentes está completa”, diz Tessy.

Já o aparelho móvel é o mais utilizado por crianças entre 6 e 12 anos, em fase de crescimento.

“Eles possibilitam um leque de opções como a manutenção, ampliação ou recuperação de espaços; para correção de problemas mais funcionais como a mastigação e a fala; acompanhando, corrigindo e direcionando o crescimento ósseo da criança”, conclui.

Em qualquer casos, o ideal é sempre procurar um ortodontista para saber o momento exato de iniciar um tratamento ortodôntico nos pequenos.

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO