Saúde bucal: Como identificar uma cárie nos dentes

A cárie é um dos problemas odontológicos mais comuns, atingindo cerca de 90% da população mundial.

Ela é provocada pela ação de determinadas bactérias que podem originar a destruição parcial ou total do dente. As bactérias presentes naturalmente na boca, se juntam aos açúcares e amidos dos alimentos, criando ácidos que junto dos resíduos de comida, desmineralizam o esmalte dos dentes, criando pequenas cavidades, chamadas de lesões de cárie.

Estas, se não forem tratadas adequadamente, com o tempo, podem progredir e destruir por completo o dente.

Quais são as causas da cárie?

O consumo excessivo de alimentos açucarados, como bolos, chocolates e balas, juntamente com uma higienização bucal deficiente, eleva o risco do surgimento das cáries.

Os diferentes estágios da cárie

O processo de cárie é geralmente lento e o início é marcado pelo aparecimento de uma mancha branca na superfície do esmalte que ao progredir leva à formação de uma pequena cavidade. Através desta, as bactérias rapidamente atingem a dentina que é um tecido menos duro que o esmalte, sendo, por isso, mais facilmente dissolvido pelos ácidos produzidos pelas bactérias.

Durante as fases iniciais (cavidades pequenas) não são detectados sintomas significativos. No entanto, em fases mais avançadas (cavidades mais profundas) as queixas podem passar por um desconforto com aumento de sensibilidade e mau hálito, até situações mais complicadas com dor na presença de diferentes tipos de estímulos (quente, frio ou doce), ou mesmo o aparecimento de uma dor espontânea muito intensa. Nestes casos, a cárie atingiu a dentina, originando sintomas cada vez piores à medida que vai ficando mais profunda.

Tratamento

O tratamento mais comum e efetivo para combater a cárie é a restauração da lesão (cavidade), e a orientação adequada da higiene e dieta. Portanto, se apresentar sinais de cárie, é muito importante visitar o dentista imediatamente para receber o tratamento adequado

Como identificar uma cárie

Quando sente a presença de uma cavidade, ou a ausência de uma parte do dente, muito provavelmente terá uma lesão de cárie dentária já avançada. A detecção de cáries numa fase inicial não é fácil e normalmente só consegue ser realizada por médicos dentistas.

Se notar alguma alteração de cor, como manchas brancas, amareladas, acastanhadas ou pretas na parte superior dos dentes (sulcos e fissuras), procure imediatamente por seu dentista. Quanto antes iniciar o tratamento, melhor.

Cuidados: como evitar as cáries

  •  Evitar, ou pelo menos minimizar o consumo de alimentos açucarados e pegajosos
  •  Escovar os dentes regularmente com creme dental com flúor. O flúor ajuda a prevenir a cárie pois torna o dente mais resistente ao processo de desmineralização.
  • Usar diariamente o fio dental para eliminar a placa e partículas de alimentos nos espaços entre os dentes.
  • Fazer uma boa higiene bucal
  • Lembrar-se que escovar os dentes antes de dormir é o mais importante, além de evitar alimentos açucarados à noite,
  • Se não for possível a escovação após ingerir doces ou outro tipo de alimento, tomar um copo de água ajuda a eliminar resíduos, até que possa fazer a higiene adequada.

E claro, o mais importante: visitar regularmente um dentista de sua confiança para um check-up e uma limpeza profissional!

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO