Como saber se tenho mau hálito?

O mau hálito é um problema desagradável, que muitas vezes quem tem, não percebe. Além de afetar a autoestima do paciente, pode ser sinal de algum problema mais grave de saúde bucal ou de outra parte do corpo, que envia sinais para que a pessoa perceba que algo vai mal.

Mas, se nem sempre conseguimos perceber, como detectar?

Na boca, entre as principais causas de halitose estão a saburra da língua, doenças da gengiva, cáries, acúmulo de resíduos em próteses ou restaurações mal adaptadas, higiene bucal deficiente. Veja alguns desses mecanismos:

As doenças bucais que causam sangramento e formação de pus provocam um mau hálito muito forte, que pode ser percebido a grande distância. Há ainda, a redução do fluxo salivar (boca seca) causada por antidepressivos, hipertensão, estresse, febre e gripe que aumentam o risco de mau hálito. Assim, beber muita água e mascar chiclete sem açúcar pode ajudar, pois o estimulo da mastigação aumenta a formação de saliva.

Diabetes, exercícios físicos vigorosos, dieta pobre em carboidratos e jejum prolongado, também são motivos para mau hálito. Essas causas não vêm do estômago, mas do metabolismo das gorduras.

A prisão de ventre faz com que os detritos fiquem no intestino por muito tempo. Isso leva a maior proliferação de bactérias e a absorção de toxinas malcheirosas. Essas toxinas passam para o sangue e são expelidas pelo ar dos pulmões.

O dentista será capaz de tratar as doenças presentes na boca, corrigir restaurações e próteses defeituosas e dar a orientação necessária para se conseguir uma higiene correta dos dentes, língua e próteses.

Algumas perguntas que podem te ajudar a detectar se tem mau hálito:
Basta responder sim ou não.

1- Respira pela boca?
2- Fuma?
3- Bebe pouco líquido?
4- Toma bebida alcoólica mais de duas vezes por semana?
5- Fica muitas horas em jejum?
6- Ronca?
7- Sente a boca seca?
8- Ao olhar no espelho, nota uma camada esbranquiçada no fundo da língua?
9- Tem tártaro?
10- Seu intestino é preso?
11- Sua gengiva sangra durante a higiene oral?
12- Faz mais de seis meses que não vai ao dentista?
13- Faz dieta?

Observe suas respostas. Caso tenha respondido sim para mais de 5 itens, é possível que você esteja com halitose e não sinta.

Como prevenir

• Escove bem seus dentes três vezes ao dia e use fio dental diariamente para remover a placa bacteriana e as partículas de alimento que se acumulam diariamente. Escovar a língua também ajuda a diminuir o mau hálito,
• Se usa prótese removível, remova-a antes de dormir e faça uma boa limpeza e repita-a pela manhã,
• Visite seu dentista periodicamente para fazer uma avaliação e uma limpeza de seus dentes.

Se o seu mau hálito persistir mesmo após uma boa escovação e o uso do fio dental, consulte seu dentista, já que isso pode ser a indicação da existência de um problema mais sério. Só o dentista poderá dizer se você tem gengivite, boca seca ou excesso de placa bacteriana, que são as prováveis causas do mau hálito.

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO