O que esperar da consulta de avaliação no dentista?

Uma avaliação com dentista é o passo essencial para todos os tratamentos, mas nem sempre recebe atenção.

A situação é uma das mais frequentes nos consultórios: a pessoa se lembra do dentista somente quando sente algum desconforto. Ou, então, motivada por alguma insatisfação estética, busca o profissional e já quer iniciar o tratamento.

O que muita gente não sabe, é que a primeira consulta com o dentista sempre será uma avaliação do quadro clínico do paciente. Só depois o próprio irá indicar os tratamentos.

Essa avaliação é importante para os dois lados.  Para o dentista, é onde fará uma análise minuciosa da saúde bucal para determinar quais os tratamentos mais indicados para aquele momento. Já para o paciente, é a hora de conhecer a estrutura, equipamentos e profissionais da clínica pessoalmente, além de poder conversar e tirar todas as dúvidas.

Continue lendo e conheça tudo sobre a consulta de avaliação com o dentista (e o que você deve esperar dela).

Todos os procedimentos odontológicos começam com uma avaliação

Qualquer tipo de tratamento odontológico – sejam aparelhos ortodônticos, clareamentos dentais ou implantes dentais – deve começar por uma consulta de avaliação com um dentista. É só assim que ele pode indicar as melhores maneiras de intervir no caso, além de apontar possíveis contra indicações para cada caso.

Por isso, sempre tenha em mente que a primeira consulta é sempre a avaliação.

Mas a avaliação não serve somente para esses casos: o ideal é que você visite o dentista a cada 6 meses para fazer um check-up. Não há maneira melhor de saber se tudo está realmente bem com a sua boca.

O que o dentista faz na consulta de avaliação?

A avaliação com o dentista, que geralmente não dura mais do que 15 minutos, é um momento de análise e diálogo.

Saiba o que você deve esperar dessa consulta inicial:

  • Diagnóstico geral da sua saúde bucal: dentes, gengiva, língua e tecidos;
  • Indicação de tratamentos necessários;
  • Exames: o dentista pode recomendar alguns exames, como radiografias, caso a análise inicial não seja conclusiva;
  • Instruções gerais sobre higiene bucal;

Por que é importante fazer a avaliação com o dentista?

O ideal, é que você visite o dentista a cada seis meses para um bom check-up odontológico. Assim, você pode ser alertado caso haja algum problema em fase inicial.

  • Na avaliação você pode conhecer a estrutura da clínica para ter mais confiança;
  • Você conversará com um(a) especialista e poderá tirar dúvidas com alguém que entende do assunto;
  • Você terá um diagnóstico da sua saúde bucal e necessidades, prevenção de doenças (desde saúde das gengivas, presença de cáries até a necessidade de uso do aparelho ortodôntico),
  • Se tudo estiver ok, você poderá fazer uma limpeza, com bicarbonato ou raspagem de tártaro, ideal a cada 6 meses para manter a saúde bucal em dia.

Minha saúde bucal está perfeita?

“Eu escovo os dentes e passo fio dental todos os dias, não preciso visitar o dentista.” Esse é um pensamento comum – e está errado. Muitas vezes nos olhamos no espelho e temos certeza de que a saúde bucal está em dia, mas nem tudo é o que parece.

Um dentista poderá avaliar o estado geral dos seus dentes, língua, mucosa e gengiva, e detectar problemas que não são fáceis de enxergar fora do consultório ou sem as ferramentas ideais.

Caso tudo realmente esteja ok, irá fazer uma limpeza preventiva, que deve ser feita todos os anos para uma prosperidade da sua saúde bucal – essa limpeza pode incluir uma raspagem para remoção de tártaro.

Agendei uma consulta de avaliação com o dentista, e agora?

Muito bem! Temos aqui algumas dicas para que a sua avaliação inicial seja bem-sucedida:

  • Agende um dia e horário em que você realmente tenha disponibilidade;
  • Trate como um compromisso: deixe anotado e tente não faltar. Você pode ter tirado a chance de outra pessoa estar agendada naquele dia e horário específico;
  • Tente ser pontual: muitas clínicas enviam mensagens ou ligam para confirmar as consultas um dia antes, ou no mesmo dia. Programe-se para não atrasar, pois isso pode comprometer outras consultas. Você não gostaria se fosse com você, não é?
  • Deixe o medo de lado: não tenha medo do dentista. Nessa avaliação inicial, tudo o que o dentista irá fazer é dar uma olhada, passar o fio dental e no máximo fazer uma limpeza. Não é preciso ficar com receio. Além disso, é o momento certo de conversar com o especialista sobre isso, para que exista uma relação de confiança.

Após a avaliação com o dentista, você terá em mãos seu diagnóstico e todos os tratamentos que o profissional considera essenciais para sua saúde bucal. É a partir daí que você decide se pretende iniciar os tratamentos ou não – recomendamos que as indicações sejam seguidas para que não haja problemas futuros!

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO