Implante com Carga Imediata: como funciona?

Dentre as diversas formas de implante dentário, a tecnologia odontológica oferece também o implante dentário com carga imediata. Esta forma de restauração da arcada consiste na técnica de colocação do dente na mesma consulta quando é feito o implante.

O paciente que recebe carga imediata precisa ter altura óssea, que permita ao dentista colocar um implante de bom comprimento, e largura óssea para que seja possível um implante de bom diâmetro, levando em consideração a mastigação da região onde receberá o dente.

Além disso, é preciso realizar exames para notar se a qualidade óssea do paciente poderá permitir que o dente fique preso com força que impeça movimentações durante sua integração com o osso. Sem estas características, é inviável que seja feito o implante de carga imediata.

Deve-se notar que, assim como qualquer procedimento cirúrgico, como é o caso de um implante, há a possibilidade rejeição. Esta pode acontecer caso as células ósseas não envolvam o implante ou por exemplo se o tecido gengival circundante apresentar alguma infecção. Além disso, é preciso não exercer força sobre o dente implantado durante o tempo necessário à osseointegração.

É sempre bom lembrar que é necessário verificar a possibilidade desse tipo de procedimento através de uma avaliação odontológica.

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO