Obturação caiu? Saiba o que você deve fazer

Obturações e restaurações dentárias não são sempre permanentes e merecem cuidado redobrado. Saiba neste post o que fazer quando uma obturação cai. 

Uma obturação dentária, ou restauração dentária, é um procedimento de reconstrução de um dente que sofreu com uma cárie. A restauração também pode ser uma alternativa para reconstruir dentes que foram quebrados ou lascados.

A restauração de um dente exige, como em qualquer tratamento odontológico, alguns cuidados, em especial logo nos primeiros dias após o processo.

Como funciona a restauração?

Quando um dente é acometido por cárie ou sofre alguma lesão, é necessário que o paciente recorra o mais urgente possível a uma avaliação com um dentista, para que esse possa indicar a melhor forma de prosseguir. Geralmente, uma restauração é aconselhada para não deixar a parte interna do dente exposta.

No caso de dentes cariados, existem diversos tipos e materiais para restauração, mas os mais utilizados atualmente são as resinas compostas, que combinam com a coloração dos dentes, dando um aspecto mais natural. Outras opções são amálgama, porcelana e até de ouro. Cada uma delas tem variações de valores e podem durar mais ou menos em relação a outra.

O dentista removerá parte do tecido que foi prejudicado pela cárie, fará uma limpeza interna e voltará a preencher o espaço com o material escolhido.

Minha obturação caiu. E agora?

Nem todas as restaurações são para sempre e, dependendo do material, podem precisar de uma troca eventualmente. Dependendo de vários fatores, incluindo a higiene bucal do paciente, esse tempo pode ser maior ou menor.

Também pode haver a queda da obturação seja por fatores externos (bater o dente ou morder um alimento duro) ou pela qualidade do serviço/material.

A restauração e a parte externa do dente (esmalte) protegem as partes internas do dente (dentina e a polpa) que respondem dolorosamente a diversos estímulos. Se uma restauração quebrou, essas partes internas ficam desprotegidas e as bactérias presentes na boca podem penetrar nas outras estruturas do dente.

Seja qual for o caso, quando uma obturação cai, o paciente deve buscar auxílio de um dentista – mesmo que não sinta dor.

Cuidados com a restauração

Quais os cuidados você deve tomar com a sua restauração? Veja abaixo as dicas dos especialistas:

  • Caso tenha sido anestesiado durante a obturação, evite alimentação até o fim do efeito da anestesia;
  • Evite alimentos muito frios ou muito quentes nas primeiras horas após a restauração dental;
  • Alimentos muito duros, principalmente durante os primeiros dias após o tratamento, também podem ser prejudiciais para obturação e, se possível, devem ser evitados;
  • Uma dica interessante é mastigar com o lado contrário ao da obturação, para contribuir com a fixação do material restaurador;
  • Faça visitas regulares ao dentista para verificar o estado da restauração e para eventuais reparos, se necessário.

Restauração que caiu pode causar complicações

Há uma série de complicações que podem ocorrer quando não visitamos o dentista em caso de queda de uma obturação ou mesmo quando não realizamos consultas para acompanhamento do tratamento. Dentre elas, estão:

» Aparecimento de dores de dente com maior frequência e intensidade;

» Gengivite;

» Exposição a cáries, que podem levar a um tratamento de canal;

» Em casos mais graves, extração do dente.

Por tudo isso, caso sua obturação tenha caído ou mesmo note alguma falha em sua restauração dental, não deixe de se consultar com um profissional.  Quanto antes tratar, menor o risco de complicações.

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO