Radiografia Panorâmica: para que serve?

Saiba para que serve a radiografia panorâmica.

Solicitada pela maioria dos dentistas antes de começar o tratamento ortodôntico, a radiografia panorâmica ou exame ortopantomográfico, é utilizado há anos para diagnósticos bucomaxilofacial.

Os primeiros estudos e métodos relacionados à radiografia panorâmica datam da década de 1920 e, desde então, a técnica aperfeiçoou-se para se tornar o que conhecemos hoje.

Este tipo de radiografia odontológica serve para complementar o exame clínico e auxilia no diagnóstico das lesões dentais (cáries ou doenças endodônticas) e dos ossos da face (região de maxila e mandíbula), pois possibilita ao cirurgião-dentista a visualização dos elementos dentais (mesmo os que ainda não estão erupcionados) bem como suas estruturas anatômicas.

A falta da radiografia panorâmica pode descontinuar um tratamento odontológico e fomentar o mau diagnóstico da arcada dentária (devido à falta de clareza da situação óssea) e dificultar o planejamento do tratamento odontológico, podendo causar o prolongamento de sua duração.

Entre as principais indicações para a radiografia panorâmica, podemos citar:

– Avaliação de dentes impactados;
– Detecção de doenças, lesões e condições dos maxilares;
– Análise de fraturas em toda extensão da mandíbula;
– Exame da extensão de lesões amplas;
– Avaliação de trauma;
– Planejamento pré-operatório de cirurgias bucomaxilofaciais;
– Avaliação dos padrões de erupção, crescimento e desenvolvimento;
– Observação do suporte ósseo periodontal;
– Avaliação de terceiros molares;
– Verificação de patologias e anomalias dentais.

O exame é bastante seguro, graças aos modernos aparelhos de raios X, a proteção dos aventais de chumbo e os filmes mais sensíveis e sensores digitais associados à baixa quantidade de radiação (uma quantidade não prejudicial para a saúde). No entanto, mulheres grávidas devem sempre questionar seu dentista sobre a relevância do exame para o sucesso de seu tratamento e fazer a análise de risco à saúde e desenvolvimento do bebê. É fundamental sempre avisar ao técnico de radiografia da sua condição, para que sejam tomadas todas as medidas de segurança necessárias.

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO