Perguntas frequentes: É caro colocar aparelho ortodôntico?

Quem demonstra sinais de que precisa usar aparelho ortodôntico e está em busca do tratamento já se pergunta: será que é caro colocar aparelho?

Há alguns anos a resposta poderia ser sim. Porém, com a alta demanda de pacientes, novas tecnologias e crescimento da área, os valores foram reduzindo, sendo possível fazer um tratamento de qualidade a preços acessíveis. É claro que, para um bom resultado é preciso procurar um profissional qualificado, que irá indicar qual o melhor método.

Os valores sempre irão variar, por isso é importante consultar diretamente com a clínica em que você está pensando em iniciar o tratamento. Mas é possível saber quais são as etapas que exigem planejamento financeiro por parte do paciente antes de colocar aparelho ortodôntico. Confira abaixo:

Avaliação odontológica

Nas consultas de avaliação, é possível que o dentista cobre pelo serviço, mas existem clínicas odontológicas onde essa etapa não tem custos. É durante esta consulta que o dentista fará uma avaliação completa sobre o problema e irá informar ao paciente a necessidade de usar aparelho, qual o tipo indicado e valores aproximados do tratamento. É um diagnóstico geral e é o primeiro passo para colocar aparelho.

Documentação odontológica

Antes da colocação do aparelho, é preciso que o paciente passe por um exame de documentação ortodôntica.

Geralmente ele é feito em clínicas radiológicas, onde serão avaliados, a partir de moldes e radiografias o grau do problema apresentado. Esta documentação ajuda ao dentista a determinar qual o tratamento mais indicado e fazer todo o planejamento para alinhamento dos dentes.

O aparelho ortodôntico

Existem vários tipos de aparelhos ortodônticos que são indicados de acordo com a necessidade do paciente. Os mais comuns são: aparelho fixo convencional, aparelho estético e aparelho autoligado. Há ainda o de contenção, usado ao final do tratamento.

Cada um deles pode ter valores que diferem de acordo com o material dos bráquetes (metálico, safira, porcelana, etc) e outras especificações do tratamento. Uma visita ao dentista é necessária para que ele indique o melhor para o paciente.

Manutenções

Durante o tratamento é necessário que o paciente visite periodicamente o dentista para que sejam feitos ajustes e para que o profissional possa fazer a avaliação e realizar a condução do tratamento da melhor forma possível. A manutenção mensal (no caso dos aparelhos convencionais) tem um valor que também poderá variar dependendo do tipo de aparelho e de outros tratamentos clínicos que estiverem em curso para o paciente.

Mas, antes de fazer qualquer tipo de cálculo financeiro, consulte um dentista especializado para que o diagnóstico seja feito corretamente e de acordo com a sua necessidade.

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO