Saiba quais são os principais sintomas da gengivite e como tratá-la

A gengivite é uma inflamação da gengiva que pode progredir e atingir o osso alveolar, que envolve e sustenta os dentes. Ela é causada pela presença do tártaro, placa bacteriana ou biofilme dental (uma película incolor e pegajosa que se forma continuamente nos dentes). Se não for removida diariamente por meio da escovação e do uso do fio dental, a placa bacteriana pode se formar e as bactérias nela contidas poderão infeccionar não apenas a gengiva e a região ao redor dos dentes, mas acabarão por atingir o tecido abaixo da gengiva e o osso que suporta os dentes. Isto pode fazer com que os dentes fiquem amolecidos, caiam ou tenham que ser removidos pelo dentista.

A gengivite pode acontecer em qualquer idade, mas é mais comum entre os adultos. Se for detectada no seu estágio inicial, a gengivite pode ser revertida. São sintomas mais frequentes:

• Gengiva vermelha, intumescida ou inchada, ou flácida.
• Gengiva que sangra durante a escovação ou o uso do fio dental.
• Dentes que parecem mais longos devido à retração da gengiva.
• Gengiva que se separa ou se afasta dos dentes, criando uma bolsa.
• Mudanças na forma como seus dentes se encaixam quando você morde.
• Secreção de pus ao redor dos dentes e na bolsa gengival.
Mau hálito constante ou gosto ruim na boca.

Tratamento

Os primeiros estágios da gengivite, de modo geral, podem ser revertidos por meio da escovação e do uso de fio dental corretos. Uma boa saúde bucal ajudará a evitar que a placa se forme.
Uma limpeza profissional feita pelo seu dentista é a única forma de remover a placa que se formou e endureceu – o tártaro. Se o problema for muito sério, pode-se realizar um procedimento para aplainar a raiz nas suas partes mais profundas. Este procedimento ajuda a suavizar as irregularidades nas raízes dos dentes, dificultando o endurecimento da placa bacteriana.

Com consultas regulares a seu dentista, o estágio inicial da doença pode ser tratado antes que se torne um problema muito mais sério.

Continue lendo:

O que pode causar a dor de dente?
Os 5 Principais Motivos do Amarelamento dos Dentes

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO