Malefícios do tabagismo: 6 problemas bucais causados pelo cigarro

Todos sabem que o cigarro traz inúmeros malefícios para saúde. São mais de 50 doenças diferentes que podem ser acarretadas por este hábito, em especial as cardiovasculares, como infarto, além de doenças respiratórias e câncer.

Para a saúde bucal, o cigarro é implacável. Isso porque o contato constante com a fumaça e os produtos tóxicos do cigarro na boca causa manchas irreversíveis nos dentes, que não saem na escovação. Há ainda o mau hálito e as alterações na mucosa bucal que aumentam as chances de desenvolver uma doença periodontal.

Quando isso ocorre, o tecido de sustentação dos dentes, a gengiva, o osso alveolar e o ligamento periodontal ficam vulneráveis às substâncias venenosas liberadas pelo cigarro, tendo como consequências as perdas dentárias.

Veja abaixo os principais malefícios do cigarro para a sua saúde bucal:

1. Alterações na voz

A fumaça do cigarro resseca o trato vocal, causando irritação na mucosa do nariz, boca e laringe. Por defesa, o organismo forma um depósito de secreção ao longo das pregas vocais, provocando o tão chato pigarro. É nesta tosse que mora a consequência da irritação, favorecendo diversas alterações, além de provocar um intenso atrito e gerando lesões.

2. Boca seca

A saliva é a proteção do nosso universo bucal. É nela que encontramos as principais substâncias naturais que participam da limpeza da boca e do seu equilíbrio. Diminuir essa proteção aumenta os riscos de desenvolver as temidas cáries, apresentar dificuldade na mastigação, além de tornar a mucosa bucal mais sensível, provocando feridas na boca, fissuras na língua e o mau hálito.

3. Mau hálito

Basta chegar perto de um fumante para sentir o cheiro do cigarro. Além de se alojar em todo o corpo, o odor toma conta da boca, causando o cheirinho ruim. Nesses casos, mascar chiclete não resolve, infelizmente. Os odores da fumaça inalada são soltos no momento em que a pessoa fala ou respira, causando incômodo para quem está ao lado. Além disso, o uso do cigarro misturado com uma má higiene bucal pode tornar o hálito pior e extremamente desagradável.

4. Gengivas e dentes escuros

A nicotina, além de viciar, causa uma lista inacabável de problemas. Além das manchas nos dentes, ela acaba estimulando a produção de melanina, causando manchas acastanhadas, principalmente nas gengivas e bochechas de quem fuma. O lado bom é que podem desaparecer com o rompimento deste hábito.

5. Doenças periodontais

Sabemos que a principal causa dessas doenças é o acúmulo de placa bacteriana nas superfícies dos dentes. Esse problema pode acontecer em qualquer pessoa que não realiza uma higiene bucal adequada, mas pessoas que fumam acabam gerando mais concentração de placa do que as que não fumam.

6. Câncer Bucal

Quando falamos de cigarro é inevitável não tocar neste assunto. Mas não podemos negar que o tabagismo está associado aos cânceres de lábio, faringe, laringe, esôfago, pulmão e, dependendo do tipo e da quantidade usada, pode ter grandes chances de desenvolver o câncer de boca. Se a pessoa deixa de fumar esse risco diminui, mas só após 10 anos sem cigarros o risco de sofrer câncer de boca passa a ser igual ao de quem nunca fumou.

Cuide de sua saúde com a Coife Odonto e tenha sempre um sorriso cheio de alegria!

31 de maio é o Dia Mundial sem Tabaco.

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO