Tratamento de canal- o que é ?

Quando o tratamento de canal é necessário?

“O canal é um tratamento usado para tratar um “problema” na polpa do dente”

Quando não é realizado um tratamento preventivo, indicado pelo cirurgião dentista de 6 em 6 meses, e o paciente começa a sentir dor no dente, o ideal é que imediatamente um dentista seja procurado para resolver a situação. Entre os vários tratamentos que podem ser indicados o canal é um deles, e deve ser feito quando a polpa do dente está inflamada ou infeccionada. Mas, isso pode gerar dúvidas no paciente se terá ou não que fazer um canal, então é necessário o exame radiográfico complementar para passar um diagnóstico exato sobre o caso. Por isso, preparamos este texto para esclarecer algumas dúvidas sobre o tema.

O que é o tratamento?

O canal é um tratamento usado para tratar um “problema” na polpa do dente, para evitar que a inflamação ou a infecção no local se agrave e resulte em outras complicações. A polpa é um tecido que está no interior do dente e se estende da raiz até a coroa; no tratamento de canal ela é retirada quando está inflamada, e quando está infeccionada ou morta é feita uma penetração desinfetante para retirar a dor do paciente. Normalmente isso acontece se antes houve algum dano, como cárie profunda, traumas ou fraturas.

Quando preciso de um tratamento de canal?

Os casos em que a solução é um tratamento de canal são:

  • Polpa do dente inflamada ou infeccionada, causando dores e incômodos;
  • Quando há uma cárie profunda que já afetou a polpa;
  • Em caso de dente trincado, quebrado ou lesionado;
  • Sensibilidade prolongada nos dentes.

Quais os principais sintomas?

Os principais sinais que indicam a necessidade de um tratamento de canal são: dor forte, que pode irradiar para o rosto, inchaço, ou em um processo crônico (sem dor), se em exame complementar radiográfico o dentista identificar uma lesão na raiz do elemento dental.

Como é feito tratamento de canal?

Ao sentir os sintomas o primeiro passo é procurar o seu dentista para uma avaliação. Ele irá pedir radiografias para realizar um diagnóstico final. Se a indicação for um tratamento de canal, irá te encaminhar ao endodontista. O endodontista vai anestesiar a área, depois, com limas manuais ou materiais rotatórios irá remover a parte inflamada/infeccionada, iniciando assim o tratamento. O local será esvaziado, alisado, o dente será selado e posteriormente reabilitado. 

Cuidados que devem ser tomados após fazer o canal

No pós-operatório você terá que tomar alguns cuidados para garantir a boa recuperação do seu dente, mas esse tratamento não exige repouso. As orientações do profissional geralmente são: evitar mastigar do lado em que foi feito o tratamento de canal e tomar os medicamentos indicados. Em caso de dor persistente, o ideal é que você procure novamente  o seu dentista.

Agora que você já sabe tudo sobre um tratamento de canal, agende uma avaliação para saber se é o seu caso e cuidar do seu sorriso.

Gostou? Compartilhe!