O que você precisa saber sobre a extração dos dentes do siso

Popularmente conhecidos como dentes do juízo, os dentes do siso são os últimos molares de cada lado dos maxilares e tendem a nascer geralmente entre os 16 e 20 anos de idade.

No entanto, algumas pessoas não possuem este dente, o que é explicado pelos especialistas como consequência da evolução, em outros casos eles ficam retidos dentro da estrutura óssea e não se apresentam na cavidade oral.

O fato é que, no geral, eles são dentes que doem ao nascer, principalmente pelo fato de serem os últimos dentes permanentes a surgirem e não haver espaço suficiente. Isso faz com que eles fiquem presos debaixo do tecido gengival, podendo causar inchaço ou dor.

Os dentes do siso que nascem parcialmente ou mal posicionados podem causar problemas, como o chamado apinhamento dos dentes (quando o seu nascimento faz com que os outros dentes se sobreponham), nestes casos é possível que o dentista oriente a extração.

Como são extraídos os dentes do siso?

Se após uma radiografia panorâmica da boca a avaliação do dentista apontar que você deve retirar os sisos, é importante ter atenção nos cuidados necessários após a cirurgia e evitar complicações.

A extração é simples, com anestesia geral ou local. Após a extração do dente (ou dentes), você precisará morder suavemente um pedaço de gaze durante 30 a 45 minutos após deixar o consultório, para estancar qualquer sangramento que possa ocorrer.

Você poderá sentir um pouco de dor ou inchaço, mas que passará naturalmente após alguns dias; no entanto, você deverá ligar para seu dentista se houver dor prolongada ou intensa, inchaço, sangramento ou febre.

A extração dos dentes do siso devido ao apinhamento ou fato de estarem inclusos no osso maxilar não afeta a sua mordida ou a sua saúde bucal no futuro.

Pós-operatório: dicas após a retirada dos dentes do siso

Alimentação: nos dias que sucedem a cirurgia, a alimentação deve ser líquida e pastosa. Sopas, purês, vitaminas e sucos evitam desconfortos.

Medicação: na maioria das vezes, é necessário usar medicamentos para impedir infecções ou inflamações no local da extração. Podem ser usados analgésicos, anti-inflamatórios e, em alguns casos, até antibióticos, de acordo com as orientações médicas.

Fumo e bebida alcoólica: ambos prejudicam a cicatrização, já que as substâncias tóxicas do cigarro interferem na cura e o álcool irrita a mucosa oral. Portanto, evite até a retirada dos pontos.

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO