Os principais passos para abrir o próprio consultório odontológico

Abrir o próprio consultório odontológico é o sonho da maioria dos dentistas, e também um grande passo na vida profissional. Esse grande passo é sinônimo de independência e crescimento, mas trata-se de uma decisão que requer um bom planejamento. Existem algumas etapas que devem sem cumpridas antes de abrir as portas da sua clínica.

Além de escolher o local ideal, existe uma série de exigências que devem ser cumpridas. Compra de equipamentos, análise de marcado, tirar licenças de funcionamento, contratação de funcionários, compra de equipamentos e divulgação. Para te ajudar com essas questões, neste texto falaremos sobre os passos que devem ser seguidos até chegar a última etapa: a abertura de portas para atendimento ao cliente. Confira:

A localização e planejamento do imóvel

O passo inicial da montagem do seu consultório odontológico é a escolha da localização. É importante analisar se o ponto atende as expectativas, ou está bem localizado, por exemplo. O local é de fácil acesso para os pacientes? Deve ser avaliado também se na região há centros comerciais, bancos, boa circulação de pessoas, vagas de estacionamento, iluminação, acessibilidade e até mesmo se é um local seguro.

Após encontrar um espaço físico que se adeque às necessidades da sua clínica, o próximo passo é adaptá-lo para ser tornar um estabelecimento da área da saúde. Além de fazer a pintura das paredes e reformas necessárias para a adequação, será necessário também comprar os móveis e itens de decoração. Para a área da recepção você precisará de:

Computadores;
Telefone;
Impressora;
Mesa de apoio;
Poltronas;
Televisão para entreter os pacientes;
Materiais para o banheiro;
Luminárias;
Bebedouro;
Linha telefônica e acesso à internet;
Materiais de escritório.

Materiais médicos para comprar antes de abrir seu consultório odontológico

Os materiais de consumo fazem parte da montagem do seu consultório. Além deles, serão necessários também os materiais para escritório, estoque de itens que serão utilizados com seus pacientes e produtos de limpeza para cuidar do ambiente, devem ser adquiridos também os equipamentos que listaremos abaixo e que deixarão seu consultório apto para atendimento. São eles:

Cadeira odontológica;
Ar-condicionado;
Mesa do equipo;
Compressor;
Autoclave;
Bomba a vácuo;
Aparelho de profilaxia;
Aparelho intraoral/extraoral;
Aparelho de polimerização de resinas;
Câmara escura;
Seladora;
Kits de baixa rotação;
Equipamento de sucção;
Negatoscópio;
Micromotor;
Moto elétrico;
Kits de alta rotação;
Fotopolimerizador;
Raio X e colete de chumbo;
Pedal de comando;
Bisturis;
Tesouras;
Luvas;
Software de Gerenciamento odontológico;
Foco cirúrgico;
Jato de bicarbonato / Caneta de Ultrassom.

Além desses, são necessários outros itens para o funcionamento da sua clínica. É interessante que os produtos listados abaixo sejam comprados com o objetivo de fazer estoque, dependendo da demanda do seu consultório, assim evita que materiais tão necessários faltem. Faça um levantamento correto, entenda as necessidades do mês da sua clínica e assim poderá fazer uma conta para o período que estipular. Os materiais são os seguintes:

Anestésicos: sem vaso, com vaso e tópico;
Bicarbonato de sódio;
Cariostático;
Cimentos para cimentação provisória, obturadores e provisórios;
Clorhexidina em diferentes concentrações;
Formocresol;
Cones de guta-percha e de papel absorvente;
Cunhas de madeira;
Discos soflex;
Dessensibilizante;
Clorexidine: 0,12% e 2%;
Flúor;
Tricresol;
Soluções de hipoclorito de sódio em diferentes concentrações;
Ionômero de vidro;
Matriz metálica;
EDTA;
IRM;
Toalhas descartáveis;
Cones acessórios e gutas;
Paramonoclorofenol;
Pasta de polimento de resina;
Pasta profilática;
Hemostesin;
Resinas;
Dycal;
Tartatire;
Roletes de algodão;
Selante;
Sugadores;
Tiras de lixa metálicas e poliéster.

Antes de iniciar a montagem para abrir seu consultório odontológico, tenha um projeto de onde os móveis e equipamentos serão instalados. De acordo com a Vigilância Sanitária, o tamanho mínimo de um consultório deve ser de 9m². Faça esse cálculo corretamente, de modo que garanta uma boa mobilidade. É importante lembrar da distância dos equipamentos do restante da sala, como armários objetos: 1 metro.

Documentação necessária para abrir um consultório odontológico

Após deixar pronta a estrutura física do seu consultório, será necessário tomar algumas medidas legais para que ele possa abrir as portas. São exigências jurídicas e sanitárias, como: alvará de funcionamento, licença sanitária, registro no Conselho Regional de Odontologia (CRO), criação do CNPJ, registro no Corpo de Bombeiros, buscar uma empresa para fazer a coleta dos resíduos do consultório, fazer inscrição na Junta Comercial e na prefeitura. Você também terá que se inscrever na Caixa Econômica Federal para o recolhimento de INSS e FGTS.

Contratação de colaboradores

Antes de saber quantos funcionários contratará para trabalhar na sua clínica odontológica, primeiro deve analisar qual será o tamanho dela e quantos consultórios terá. Mas, basicamente são necessários: dentistas, auxiliar de odontologia, recepcionista, gerente financeiro, auxiliar de limpeza, administrador, auxiliar administrativo e um responsável pelo departamento pessoal.

Lembramos o quanto é importante treinar a sua equipe e investir em um bom atendimento, pois o modo como os clientes verão o seu consultório e o crescimento da clínica dependerá disso. Esse é um fator responsável pelo sucesso. Além disso, uma equipe capacitada evita erros no cotidiano da clínica e ameniza a chance de crises. Antes de abrir as portas, se certifique de que seus colaboradores estão prontos para lidar com o atendimento ao público. O atendimento diferenciado e humanizado é uma das mais eficazes formas de fidelizar o cliente; busque sempre uma boa comunicação e deixe os pacientes confiantes em relação à clínica.

Divulgue sua clínica

Consultórios montados, recepção pronta, documentação toda feita e profissionais capacitados para o atendimento. Depois dessas etapas, sua clínica está pronta para ser divulgada. Essa é uma parte necessária para que seu negócio conquiste espaço e clientes. Invista em ações de marketing e busque sempre inovar, mantendo-se atualizado sobre as tendências do mercado, procedimentos e tecnologias. Esteja presente em eventos da odontologia, faça boas parcerias e aprenda a se comunicar com seu público alvo. Mantenha os perfis da clínica nas redes sociais sempre atualizados, e não se esqueça de usá-los para uma boa comunicação com os pacientes.

Não se esqueça de que o marketing odontológico deve seguir as regras do Código de Ética da Odontologia. Fique por dentro dessas normas e tenha sucesso e fazer o nome do seu negócio.

E se você quer ficar por dentro de outras novidades sobre o mundo da odontologia, assine nossa newsletter e receba conteúdos que vão te ajudar nessa jornada do empreendedorismo no mercado odontológico.

Gostou? Compartilhe!

AGENDE SUA AVALIAÇÃO