8 vantagens de investir em uma Franquia Odontológica

Mercado odontológico aquecido abre espaço para investimento no segmento. Franquias são ótimas escolhas para dentistas que desejam uma carreira com crescimento acelerado. Veja as vantagens de investir em uma franquia odontológica! 

Em tempos de crise econômica, abrir uma franquia odontológica pode ser um ótimo investimento, tanto para quem já atua na área como dentista, quanto para quem pretende apostar na odontologia, uma das áreas mais promissoras da saúde no país.

Se você, dentista, tem dúvidas a respeito das vantagens de investir em uma franquia odontológica ao invés de um consultório particular, continue lendo.

Abaixo estão, segundo o Sebrae, as 8 principais vantagens em fazer esse investimento:

1) Credibilidade de um nome ou marca já conhecida no mercado

Como a franqueadora dispõe de um cadastro financeiro respeitável, o franqueado pode usufruir de descontos nos preços, de prazos mais longos e de pagamentos em condições especiais. O franqueado terá também a possibilidade de tirar proveito da vantagem competitiva de sua franqueadora, uma vez que seus produtos e/ou serviços já foram testados no mercado.

2) Contar com o suporte da franqueadora

As chances de um franqueado obter sucesso em seu negócio utilizando-se do sistema de franquia formatada são maiores do que as de uma pessoa que monta um negócio independente. O franqueador já possui uma rede própria de distribuição e o sucesso da marca foi fortalecido após vários testes de produtos. Além disso, o franqueado recebe orientação e treinamento do franqueador, que tem interesse em zelar pelo seu nome/marca.

3) Existência de um plano de negócio

Na maioria das vezes, o pequeno empreendedor independente não dispõe de tempo e habilidade para prever fatos político-sociais e econômicos que possam afetar o seu negócio. É bom poder contar com o apoio de uma franqueadora competente, podendo instalar e expandir com menor risco financeiro.

4) Maior garantia de mercado

O franqueado poderá aproveitar a vantagem competitiva de seu franqueador, que já testou seus produtos e marcas no mercado. Além disso, planejou a sua expansão e é conhecedor do perfil dos clientes. O franqueador também possui informações relevantes com relação ao processo de melhor produzir e/ou vender e às estratégias de seus concorrentes.

5) Melhor planejamento dos custos de instalação

Numa franquia formatada, o franqueador calculará e informará o custo a ser rateado com os outros franqueados ao fornecer o projeto arquitetônico e as plantas de engenharia de construção, executar a fiscalização da obra e especificar máquinas e equipamentos.

Dessa forma, oferece o apoio necessário à construção e instalação da nova unidade, tomando por base os custos de sua unidade-padrão. Geralmente, num negócio independente, os custos de instalação fogem completamente da previsão, causando enormes problemas de fluxo de caixa ao empreendedor.

6) Economia de escala

Muitas franquias contam com uma taxa de publicidade, que é uma porcentagem mensal voltada à divulgação da rede. Neste caso, os custos de propaganda serão rateados entre os franqueados da rede, com isso, haverá uma redução substancial nos investimentos e, ainda, será possível melhorar a qualidade da propaganda. Além disso, existe a vantagem relacionada aos preços obtidos por uma central de compras da rede e ao investimento nos ativos fixos – como máquinas, equipamentos e instalações –, que também sofre uma redução pela quantidade necessária.

7) Independência jurídica e financeira

Apesar da autonomia não ser total, o franqueado possuirá independência jurídica e financeira em relação ao franqueador. A empresa do franqueado terá sua própria razão social, sendo uma pessoa jurídica distinta, e todas e quaisquer operações financeiras serão de responsabilidade individual dessa empresa.

8) Possibilidade de pesquisa e desenvolvimento

O custeio da pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e/ou aperfeiçoamento daqueles já existentes, caberá inteiramente à franqueadora, que os testará em suas unidades antes de lançá-los na rede.

Com a Coife Odonto, o investidor ainda tem a possibilidade de escolher entre três modelos de franquia que se encaixam às necessidades de cada perfil. São elas: Compact (micro franquias); Standard (clínicas padrão) e Class (clínicas alto padrão). Além disso, a Coife Odonto é a única no segmento com equipe própria de apoio “in loco” para as unidades franqueadas.


Dados sobre o mercado odontológico no Brasil

As franquias odontológicas, que fazem parte do segmento de saúde, beleza e bem-estar, representam 28% do total das franquias brasileiras em operação. E estão em franco crescimento: apenas no primeiro trimestre do ano passado, houve um aumento de 17% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Dados da Sociedade Brasileira de Odontologia e Estética apontam que houve um aumento de 300% na busca por tratamentos nos últimos três anos. Ainda falando em números, enquanto os planos médico-hospitalares perderam mais de 900 mil beneficiários, a procura por planos odontológicos superou a marca de 1 milhão de novos vínculos.

Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostram que o setor permanece em ascensão constante.

Em comparação ao mesmo período no ano passado, o primeiro trimestre de 2017 registrou crescimento de 17% no faturamento, seguido pelo índice de 9,4% alcançado no segundo trimestre. O terceiro, por sua vez, apontou avanço de 9,2%, caracterizando um dos cenários mais positivos do mercado de franquias. Ainda de acordo com dados da Associação, as franquias brasileiras no segmento de saúde, beleza e bem-estar faturaram mais de R$ 2,5 bilhões no último ano.

Neste cenário, a Coife Odonto se destaca com uma das melhores franquias odontológicas do país, tendo recebido pelo décimo ano consecutivo o Selo de Excelência em Franchising pela ABF.

 

 

Gostou? Compartilhe!

Cadastre-se e receba dicas sobre odontologia e saúde bucal